Jeanete Musatti

Voltar à lista
  • Reunião Crítica
    Cadeiras
    Peça única
    Dimensões variáveis
    2018

  • Pensando em Ione Saldanha
    62 pulseiras de plástico, galatite, baquelite e resina
    Peça única
    155 X 35 X 10 cm
    2015

  • Lingans
    Pedras provenientes do Rio Narmacia, Índia, e figuras de maquete
    Peça única
    40 X 40 X 40 cm
    2016/2017

  • Panda Trans
    Técnica mista
    Peça única
    30 X 40 X 40 cm
    2017

  • Nascimento e Longevidade
    Borracha, águas marinhas, cerâmica americana Norman Rockwell anos 50
    Peça única
    40 X 40 X 40 cm
    2016/2017

  • Grande Prêmio Ascot. Cavalos Esmeralda e Brilhante
    Malaquita, obsidiana, baquelite, vidro e plumas
    Peça única
    35 X 35 X 35 cm
    2017

  • Create Dream
    Sapato de couro e pedras
    Peça única
    35 X 35 X 35 cm
    2016/2017

  • De Monte Carlo ao Líbano
    Porcelana, mala Rimowa, baquelite, veludo, plumas e desenho
    Peça única
    45 X 30 X 30 cm (instalação) - 40 X 30 cm (desenho)
    2017

  • Sem título
    Técnica mista
    Peça única
    35 X 25 X 40 cm
    1998

  • Ventania
    Folhas de plástico
    Peça única
    80 X 260 cm
    2017

  • Amantes
    Técnica mista
    Peça única
    24 X 14 X 6 cm
    1973

  • Série Sonhos de Pondji
    Aquarela sobre papel
    Peça única
    35 X 24,5 cm
    1979

  • Sem título
    Acrílica sobre tela
    Peça única
    39 X 29 cm
    1994

  • O Banquete
    Mesa, casco de tartaruga, cristais e toalha de renda
    Peça única
    40 X 394 X 70 cm cm
    2008/2018

  • Série Pantanal
    Técnica mista em caixas de madeira
    Peças únicas e individuais
    30 X 20 X 10,5 cm (cada)
    2016/2017

  • Sem título
    Aquarela e grafite sobre papel
    Peças únicas e individuais
    23 X 32 cm (cada)
    1980-1991

  • Série Egito
    Grafite sobre papel
    Peças únicas e individuais
    29 X 41 cm (cada)
    1979-1980

  • Sem título
    Técnica mista em caixas de madeira
    Peças únicas e individuais
    30 X 30 X 6,5 cm (cada)
    2017

  • Sem título
    Resina e tinta acrílica sobre tela
    Peça única
    100 X 100 X 10 cm
    1996

  • Sem título
    Resina e tinta acrílica sobre tela
    Peça única
    100 X 100 X 10 cm
    1996

  • Tum Tum Tum Bate Coração
    Técnica mista
    Peça única
    Dimensões variáveis
    2013

  • Sem título
    Areia, murano, vidro, galelite e figuras plásticas
    Peça única
    100 X 35 X 35 cm
    2015

  • Na Pele
    Instalação com 225 caixas de joias
    Peça única
    112 X 112 cm
    2012

  • Camarote 7, Grupo Corpo
    Instalação com 225 caixas de joias
    Peça única
    112 X 112 cm
    2012

  • Sem título
    Técnica mista
    Peça única
    9,5 X 9,5 X 5 cm
    2015/2017

  • Sem título
    Técnica mista
    Peça única
    9,5 X 9,5 X 5 cm
    2015/2017

  • Sem título
    Técnica mista
    Peça única
    9,5 X 9,5 X 5 cm
    2015/2017

  • Sem título
    Técnica mista
    Peça única
    9,5 X 9,5 X 5 cm
    2015/2017

  • Sem título
    Técnica mista
    Peça única
    9,5 X 9,5 X 5 cm
    2015/2017

  • Sem título
    Técnica mista
    Peça única
    9,5 X 9,5 X 5 cm
    2015/2017

Currículo
Jeanete Musatti

Vive e trabalha em São Paulo. Jeanete Musatti ocupa um lugar singular no cenário da arte contemporânea brasileira. Suas delicadas arquiteturas de memórias, embora nascidas em contexto confessadamente autobiográfico, rompem o círculo de giz da crônica nostálgica recitada na primeira pessoa. A obra é tecida de passado na medida exata em que essa trama serve para contextualizar o presente. É repositório de elementos deflagadores de sensações que trafegam em mão dupla: do individual para o coletivo e vice-versa. (…) A armação simbólica da obra de Musatti tem por alvo não só os que conservam o nervo exposto da inconformidade com a violência pública e privada. É também e especialmente um estímulo aos que se empenham na reconquista dos territórios internos mais profundos conhecidos como identidade e sensibilidade. O comentário sociológico, cultural e político, em menor ou maior grau de acidez e contundência, comparece nuançado pelo intimismo da poética surrealista. A artista se inscreve, assim, na fértil linhagem da História da Arte inaugurada pela semântica visual da colagem cubista e que, via Marcel Duchamp, se mostra como a ponte essencial entre a arte moderna e a contemporaneidade: a montagem de nexos simbólicos, as associações de ideias feitas pela soma de elementos aparentemente díspares, a interpenetração de signos.(…) Ao articular seu caleidoscópio de formas mínimas, Jeanete Musatti nos aponta a imensidade do não dito que habita e conforma os escaninhos de nosso estar no mundo.

Exposições individuais

2008
Jeanete Musatti: Uma exposição dentro de uma exposição, Galeria Nara Roesler, São Paulo. Curadoria: Ricardo Resende.
2004
Jeanete Musatti, Galeria Nara Roesler, São Paulo.
2002
Jeanete Musatti: Instalações, Galeria Nara Roesler, São Paulo.
1999
Objetos e pinturas, Galeria Nara Roesler, São Paulo.
1995
Jeanete Musatti, Instituto Moreira Salles, Casa da Cultura de Poços de Caldas.
Jeanete Musatti, Museu Guido Viaro, Curitiba.
Jeanete Musatti, Galeria Nara Roesler, São Paulo.
1991
Jeanete Musatti, Galeria Montesanti-Roesler, São Paulo.
Jeanete Musatti, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, MAM-RJ, Rio de Janeiro. Curadoria: Casimiro Xavier de Mendonça.
1988
Jeanete Musatti, Galeria de Arte do Centro Cultural Cândido Mendes, Rio de Janeiro.
1987 
Caixas, Galeria Millan, São Paulo.
1985
Caixas, Galeria Tina Presser, Porto Alegre.
1984
Objetos, Galeria GB Arte, Rio de Janeiro.
1983
Objetos, Galeria Arco Arte Contemporânea, São Paulo.
1982
Caixas, Paulo Figueiredo Galeria de Arte, São Paulo.
1979
Sonhos do Pondji, Aquarelas e lançamento do livro homônimo, Paço das Artes, São Paulo.
1973
Jeanete Musatti: Estruturas e desenhos, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP, São Paulo. Curadoria: Pietro Maria Bardi.

Exposições coletivas

2017
São Paulo Não É Uma Cidade - Invenções do Centro, SESC 24 de Maio, São Paulo. Curadoria: Paulo Herkenhoff e Leno Veras.
2016
A Cor do Brasil, Museu de Arte do Rio de Janeiro – MAR-RJ. Curadoria: Paulo Herkenhoff, Marcelo Campos e Clarissa Diniz.
2015
Tarsila e as Mulheres Modernas na Arte, Museu de Arte do Rio de Janeiro – MAR-RJ. Curadoria: Paulo Herkenhoff.
2014
O Artista e a Bola, Museu da Cidade de São Paulo, OCA, São Paulo. Curadoria: Fábio Magalhães.
O Artista e a Bola, Cidade das Artes, Rio de Janeiro. Curadoria: Fábio Magalhães.
Primeiro Estudo: Sobre Amor, Galeria Luciana Caravello, Rio de Janeiro. Curadoria: Bernardo Mosqueira.
Tatu - Futebol, Adversidade e Cultura da Caatinga, Museu de Arte do Rio de Janeiro – MAR-RJ. 
2013
A Origem de Tudo, Galeria Luciana Caravello, Rio de Janeiro. Curadoria: Waldick Jatobá.
2012
Espelho Refletido, Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, Rio de Janeiro. Curadoria: Marcus de Lontra Costa.
2011
Bem Querer Mulher, 2o Leilão Bem Querer Mulher, Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo. Coordenadoria: Claudia Melcher Scaff. Assessoria: Olívio Tavares de Araujo.
2009
SP Arte 2009, Pavilhão da Bienal de São Paulo, Parque do Ibirapuera, São Paulo.
2008
Bordando Arte, Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo. Curadoria: Moacir dos Anjos.
Artistas da Galeria Nara Roesler, Galeria Nara Roesler, São Paulo. Curadoria: Nara Roesler.
Arte pela Amazônia, Fundação Bienal de São Paulo, São Paulo.
Um século de arte brasileira: Coleção Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte de Santa Catarina, Florianópolis.
2007
Um século de arte brasileira: Coleção Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte Moderna da Bahia - MAM-BA,
Salvador.
Intimidades: Jogos perigosos, Marilia Razuk Galeria de Arte, São Paulo. Curadoria: Marcos Marcelino e Waldick Jatobá.
2006
Um século de arte brasileira: Coleção Gilberto Chateaubriand, Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo.
Paralela 2006, Pavilhão Armando de Arruda Pereira, Parque do Ibirapuera, São Paulo. Curadoria: Daniela Bousso.
Espasso Artistas Brasileiros. Nova York, Curadoria: Ilene Kurtz Kretzchmar.
2005
Homo ludens: Do faz-de-conta à vertigem, Instituto Itaú Cultural, São Paulo. Curadoria: Denise Mattar.
2004
The body, Virtual gallery, www.thebody.com. Curadoria: Ana Maria Escallon.
Paralela 2004, Vila Olímpia, São Paulo. Curadoria: Moacir dos Anjos.
2003 Vinte e cinco anos, Centro Cultural Cândido Mendes, Galeria Ipanema, Rio de Janeiro. Curadoria: Paulo Sergio Duarte.
2080, Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM-SP, São Paulo. Curadoria: Felipe Chaimovich.
Jeanete Musatti: Nove obras especialmente criadas para o livro Vigília do Almirante, de Augusto Roa Bastos, São Paulo.
Caminhantes Johnnie Walker, British Council, São Paulo. Curadoria: Thereza Berlinck.
Meus amigos, Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM-SP, Espaço Villa-Lobos, São Paulo. Curadoria: Caetano de Almeida.
Layers of Brazilian Art: Camadas da arte brasileira, Faulconer Gallery, Bucksbaum Center for the Arts, Grinnel
College, Grinnel, Iowa. Curadoria: Lesley Wright.
2002 
The Annual Internacional Fair of Contemporary and Modern Art, Navy Pier, Chicago.
2001
Coletiva: Art Chicago 
2001
Galeria Nara Roesler, São Paulo.
Coleção Paulo Figueiredo no acervo do MAM, Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM-SP, São Paulo.
Curadoria: Ivo Mesquita.
2000
O século das mulheres: Algumas artistas, Casa de Petrópolis, Instituto de Cultura, Petrópolis. Curadoria: Luiz Áquila.
Arte e erotismo, Galeria Nara Roesler, São Paulo. Curadoria: Frederico Morais.
Perpetual transformations: Celebrating the 500 years of Brazil, Regina Silveira e Jeanete Musatti, Art Museum
of the Americas, Washington. Curadoria: Ana Maria Escallon.
1998
Afinidades eletivas I, O olhar do colecionador: Coleção Kim Esteve, Casa das Rosas, São Paulo. Curadoria: Edward Leffingwell.
1997
Gift for India, Sahmat: Safdar Hashmi Memorial Trust, Gallery Chemould, Mumbai. Curadoria: Vivian Sundaram.
VI Bienal de La Habana: El individuo y su memoria, Centro de Arte Contemporâneo Wilfredo Lam, Havana.
1996
Bienal no Rio, Interiores: Coleção Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro -
MAM-RJ, Rio de Janeiro. Curadoria: Denise Mattar e Marcus de Lontra Costa.
4o Studio Unesp Sesc Senai de Tecnologias de Imagens, Serviço Social do Comércio, Fábrica Pompéia,
São Paulo. Curadoria: Luiz Guimarães Monforte.
1995
V Bienal Nacional de Santos: Sala especial, Pinacoteca Benedicto Calixto, Santos. Curadoria: Roberto Perez.
Artistas colecionistas, Valu Oria Galeria de Arte, São Paulo. Curadoria: Ivo Mesquita e Stella Teixeira de Barros.
Das vanguardas européias e modernismo brasileiro à visualidade contemporânea,  Museu de Arte contemporânea da Universidade de São Paulo - MAC-USP, São Paulo.
1994
Marinhas, Galeria Nara Roesler, São Paulo. Curadoria: Stella Teixeira de Barros.
América, Palácio das Artes, Fundação Clóvis Salgado, Belo Horizonte.
América, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP, São Paulo.
América. Universidade Federal de Juiz de Fora.
América, Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. Curadoria: José Alberto Pinho Neves.
Exposição do acervo do Centro Cultural Cândido Mendes. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM-RJ, Rio de Janeiro.
1993
MASP no Morumbi Shopping, São Paulo.
1992
Branco dominante, Galeria de Arte São Paulo, São Paulo. Curadoria: Casimiro Xavier de Mendonça.
International Contemporary Art Fair, Yokohama, Japão.
1991
A árvore de cada um, Galeria Montesanti-Roesler, São Paulo.
A árvore de cada um, Artespaço, Recife. Curadoria: Casimiro Xavier de Mendonça.
Panorama da arte atual brasileira: Formas tridimensionais, Museu de Arte de São Paulo Assis
Chateaubriand - MASP, São Paulo.
1990
Exposição Brasil-Japão de Arte Contemporânea, Tóquio, Atami, Rio de Janeiro, Brasília, São Paulo. Curadoria: Alcídio Mafra de Souza.
Bardi: 45 artistas de São Paulo homenageiam os 90 anos do “Professor”, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP, São Paulo.
Olhar van Gogh, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP, São Paulo.
Olhar van Gogh, Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro.
Olhar van Gogh, Fundação Clóvis Salgado, Belo Horizonte.
Olhar van Gogh, Museu de Arte de Brasília, Brasília.
Olhar van Gogh, Fundação Cultural Alfredo Ferreira Laje, Juiz de Fora.
Olhar van Gogh, Universidade Federal do Paraná, Curitiba. Curadoria: José Alberto Pinho Neves.
Espiral, Miriam Mamber Design, São Paulo.
1989
Nossos anos oitenta, GB Arte, Rio de Janeiro. Curadoria: Paulo Leal.
Panorama da arte atual brasileira: Formas tridimensionais, Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM-SP, São Paulo.
1988
Juréia, Sadalla Galeria de Arte, São Paulo.
Ação no MAM, Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM-SP, São Paulo.
Brazil: Contemporary painting and sculpture, 46th Street, Nova York. Curadoria: Sergio Tissenbaum.
Salão Baiano de Artes Plásticas, Salvador.
Panorama da arte atual brasileira: Formas tridimensionais, Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM-SP, São Paulo.
1987
A trama do gosto: Um outro olhar sobre o cotidiano, Fundação Bienal de São Paulo, São Paulo. Curadoria: Fernando Stickel.
Ao colecionador, Exposição comemorativa do lançamento do livro Entre dois séculos, A arte brasileira do século XX na coleção de Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM-RJ, Rio de Janeiro.
1986
As feras, GB Arte, Rio de Janeiro.
Exposição Internacional de Esculturas Efêmeras, Parque Ecológico do Cocó, Fortaleza. Curadoria: Sérvulo Esmeraldo.
A nova dimensão do objeto, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo - MAC USP,
São Paulo. Curadoria: Aracy Amaral.
1985
Coletiva. Galeria Art Brut, São Paulo. Curadoria: Maurício Villaça.
Velha mania, Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro. Curadoria: Marcus de Lontra Costa.
VIII Salão Nacional de Artes Plásticas. Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM-RJ, Rio de Janeiro.
Panorama da arte atual brasileira: Formas tridimensionais, Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM-SP, São Paulo.
III Salão Paulista de Arte Contemporânea, Pavilhão da Bienal de São Paulo, São Paulo.
1984
II Salão Paulista de Arte Contemporânea, Secretaria do Estado da Cultura, São Paulo.
O rosto e a obra, Galeria do Instituto Brasil Estados Unidos, Rio de Janeiro. Curadoria: Marc Berkowitz.
Como vai você, Geração 80? Escola de Artes Visuais do Parque Lage, Rio de Janeiro. Curadoria: Marcus de Lontra Costa.
1983
Bonecos, Tenda, São Paulo. Curadoria: Idel Bava.
1982
Galeria Suzanna Sassoun, São Paulo.
Mil brinquedos para a criança brasileira, Centro de Lazer do Serviço Social do Comércio, Fábrica Pompéia, São Paulo.
1979
Sonhos do Pondji (aquarelas), Bienal Internacional de Ilustração de Bratislava, Bratislava.
1973
Image du Brésil, Bruxelas. Curadoria: Pietro Maria Bardi.

Prêmios

Grande Prêmio da Crítica, como artista revelação, da APCA - Associação Paulista de Críticos de Arte, 1983.
Menção honrosa na Bienal Internacional de Ilustração de Bratislava, Eslováquia, com Sonhos do Pondji, 1979.

Obras em coleções públicas

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP
Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo - MAC-USP
Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM-RJ
Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM-SP
Museu de Arte Contemporânea de Niterói
Centro Cultural Cândido Mendes, Rio de Janeiro
Faulconer Gallery, Bucksbaum Center for the Arts, Grinnel College, Grinnel, Iowa
Coleção Gilberto Chateaubriand, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM-RJ
Fundação Padre Anchieta, TV Cultura, São Paulo
Coleção Deutsche Bank